21/07/09

Engenheiro suicida-se depois de perder iPhone 4G(actualizada)


Uma empresa chinesa que fabrica iPhones suspendeu vários funcionários após o suicídio de um outro trabalhador, que tomou a decisão de se matar depois de ter sido acusado de ter roubado um protótipo do telefone da Apple, tornando-o alvo de agressões por parte de funcionários de segurança da empresa, que estão agora suspensos.

Na semana passada, Sun Danyong, de 25 anos, lançou-se do 12º andar do edifício do Grupo Foxconn Science and Technology, na cidade de Shenzhen, no sudeste do país. Danyong, um recém-licenciado em engenharia, denunciou no passado dia 13 de Julho o desaparecimento de um dos 16 aparelhos que tinha a seu cargo. A Apple - famosa por manter um grande nível de secretismo em torno dos seus novos produtos - encetou de imediato uma investigação; três dias depois Sun suicidou-se.

Antes do suicídio, alguns amigos da vítima indicaram que vários membros da empresa interrogaram o jovem sobre o telefone desaparecido, acabando Danyong por ter fechado num quarto e agredido por parte do pessoal da segurança da empresa.

De acordo com Chris Hogg, correspondente da BBC em Pequim, esta já não é a primeira vez que a Foxconn é acusada de maltratar os seus empregados.

Por seu lado, a Apple China já indicou que está à espera de receber os resultados da investigação sobre a morte de Sun Danyong: “Pedimos a todos os nossos fabricantes que tratem os seus trabalhadores com dignidade e respeito”, explicam a empresa em comunicado.

Fonte: Público.pt

A Apple confirmou a morte do trabalhador Chinês (Ler aqui)

Once you go Mac, you never go back!

Sem comentários:

Enviar um comentário

search: